Sócrates diz que Barroso o obrigou a mais austeridade

Eurodeputado francês revela que José Sócrates "sob pressão" de Durão Barroso foi obrigado a aumentar austeridade para obter dinheiros da 'troika'.

O eurodeputado socialista francês Liem Hoang Ngoc, da comissão do Parlamento Europeu que está a investigar a troika, revelou ontem que José Sócrates foi colocado "sob pressão" por Durão Barroso "para endurecer o plano de austeridade que tinha de apresentar [referência ao PEC IV] para obter a assistência da 'troika'.

Liem Hoang Ngoc contou o caso, numa conferência de imprensa em Estrasburgo - segundo relato da Rádio Renascença -, como exemplo do que considerou ser a ação "pouco transparente" da 'troika' em relação aos países sob resgate.

O eurodeputado francês garante que o episódio foi relatado por José Sócrates, no encontro mantido, em Lisboa a 6 de janeiro, com a delegação da Comissão dos Assuntos Económicos e Monetários do Parlamento Europeu destinada a avaliar o trabalho do Banco Central Europeu, Comissão Europeia e Fundo Monetário Internacional.

Liem Hoang Ngoc diz que segundo o ex-primeiro-ministro socialista"no seio da 'troika' [foi] o senhor Barroso [que] o colocou sob pressão, depois de o primeiro plano que ele propôs ter chumbado na Assembleia da República."

O inquérito desta delegação de eurodeputados começa hoje a ser a discutido no Parlamento Europeu, em Estrasburgo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG