Só 40% das novas nomeações têm ligação a PSD ou CDS

Das 196 novas escolhas para empresas, direções-gerais e equiparados, 74 são da cor política do Governo

De um total de 1016 nomeações para administração direta e indireta do Estado e sector empresarial, o Governo garante que apenas 196 são novas. Entre estes estreantes, o DN apurou que pelo menos 74 (cerca de 40%) dos escolhidos têm ligações ao PSD ou ao CDS. Ex-chefes de gabinete, autarcas, assessores ou dirigentes partidários foram nomeados para direções-gerais e regionais, bem como para empresas.

Governo defende-se dizendo que esta é uma fase de transição. Em breve, lei obrigará a existência de concursos públicos para estes lugares, que terão de ocorrer até 2013. Ou seja: nomeados estão a prazo. O ex-vice-presidente da Câmara do Porto Paulo Morais considera as escolhas para a EDP o caso mais dramático, apelidando escolhidos de "superboys". Mas diz ser "impossível fazer pior do que Sócrates".

Leia mais pormenores no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG