Seguro vai mesmo avançar com lei das incompatibilidades

António José Seguro garantiu durante uma sessão com militantes em Braga que vai apresentar até 15 de setembro no Parlamento um projeto para uma nova lei das incompatibilidades.

António José Seguro afirma que a reforma do sistema político tem que ir mais longe para uma separação da política com os negócios, e que por isso a lei tem que ser mudada, para que"um deputado quando não esteja a trabalhar em exclusivo" na AR "tem de explicar de onde vem o dinheiro dos seus rendimentos."

Também reafirmou a intenção de apresentar um projeto de reforma do sistema eleitoral. Porque "os portugueses não querem apenas ratificar, mas também escolher", o PS apresentará "uma proposta de reforma do sistema político que permita a eleição de deputados em listas abertas".

Após expor as suas ideias, estratégia e projetos concretos fez questão de questionar a plateia: "Quero fazer-vos uma pergunta e quero que me respondam com sinceridade: quem assim vos fala é um líder fraco?"

A assistência respondeu que não e Seguro concluiu: "Nunca se esqueçam que é por Portugal e pelos portugueses que precisam de nós que aqui estamos."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG