Seguro deve quebrar silêncio sobre Costa no sábado

António José Seguro emitiu hoje um comunicado onde "regista" o pedido de António Costa para que haja um congresso extraordinário no PS.

"O secretário-geral regista a posição do dr. António Costa" foi a única frase substantiva do comunicado.

Segundo o DN apurou, em princípio Seguro comunicará a sua posição sobre este assunto na Comissão Nacional do partido que terá lugar sábado, em Torres Vedras.

Ontem uma fonte autorizada da direção do PS disse que António Costa "terá de reunir os apoios para convocar democraticamente o congresso [processo que inclui eleições diretas do líder]". "Somos um partido com regras democráticas. Não há nenhum congresso marcado antes do final de 2015", referiu a mesma fonte.

Um congresso extraordinário (processo que inclui eleição direta do secretário-geral partido por todos os militantes) pode ser convocado de três formas: ou pelo secretário-geral; ou pela Comissão Nacional do PS; ou a requerimento de um número de comissões políticas distritais do partido que represente a maioria dos militantes do partido.

Pelo calendário normal, o congresso do PS só reuniria até seis meses depois das próximas legislativas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG