Seguro com proposta no bolso, Costa quer ouvir

"Trago aqui no bolso uma proposta de orientação estratégica", revelou líder socialista. Um documento de várias páginas da sua "visão" para o PS. Secretariado do partido propõe diretas para 13 de abril

António José Seguro disse esta manhã, à entrada para a reunião da Comissão Nacional, em Coimbra, que vai ele apresentar o seu documento para o PS, que "recolheu vários contributos" de militantes socialistas, como sublinhou o secretário-geral do partido, sem responder diretamente que propostas de António Costa terá acolhido.

"Trago aqui no bolso uma proposta de orientação estratégica", revelou o líder socialista, à porta do Conservatório de Música de Coimbra. "Vou agora apresentar à Comissão Nacional um documento com várias páginas, com aquilo que deve ser a minha visão para o futuro do PS",

António Costa, num aparente 'remake' nas palavras com que entrou na última reunião da Comissão Política, onde foi com a intenção de avançar como candidato à liderança, limitou-se a repetir: "Vamos ver o que o secretário-geral tem para apresentar. Vamos deixar o secretário-geral fazer que tem de fazer."

Fonte da direção revelou aos jornalistas que o Secretariado Nacional, que esteve reunido antes da Comissão Nacional, sem Seguro, vai propor a realização do Congresso do partido para 26 a 28 de abril, com as eleições diretas para secretário-geral (às quais, o atual líder é o único candidato anunciado) a 13 de abril.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG