Seara: PR e partidos serão sancionados caso acordo falhe

O candidato social-democrata à Câmara de Lisboa, Fernando Seara, afirmou hoje que o Presidente da República, o PSD, CDS-PP e PS vão ser sancionados pelo eleitorado caso não se consiga um acordo entre os três partidos.

O Presidente da República propôs na quarta-feira, numa declaração ao país, um "compromisso de salvação nacional" entre PSD, PS e CDS-PP que permita cumprir o programa de ajuda externa e que esse acordo preveja eleições antecipadas a partir de junho de 2014.

"Acredito que o acordo é necessário e acredito que quem não participar ativamente no acordo será sancionado pelo eleitorado", disse Fernando Seara aos jornalistas, à margem da apresentação da sua sede de candidatura em Lisboa.

O candidato do PSD defendeu que os principais partidos, mas principalmente os "a favor do euro" e que assinaram o memorando da 'troika', "têm de fazer todos os esforços para encontrar uma solução de consenso nacional".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG