Sargentos contra extinção de Fundo de Pensões

A Associação Nacional de Sargentos considerou hoje que devem ser encontradas soluções que evitem a extinção do Fundo de Pensões dos Militares, proposta pelo Governo, apesar de concordar que este mecanismo social foi alvo de má gestão.

As associações das forças armadas estiverem, de acordo com o Diário de Notícias de hoje, reunidas na quarta-feira com a secretária de Estado da Defesa, Berta Cabral, onde lhes foi apresentado uma proposta de extinção do Fundo de Pensões dos Militares das Forças Armadas.

Em declarações hoje à agência Lusa, o presidente da Associação Nacional de Sargentos, Lima Coelho, disse que na reunião com a secretária de Estado, foi apresentando um projeto de decreto- lei no sentido de extinguir o fundo de pensões por razões económicas.

"Nós sempre fomos críticos do fundo", afirmou Lima Coelho, defendendo porém que a extinção não é solução para o problema. "Tem de passar pela sua credibilização, recuperação e pela motivação junto dos militares para aderirem ao fundo de forma a torná-lo credível", sublinhou.

Leia mais no e-paper do DN.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG