Santos Silva revela gastos com cartão de crédito

O ex-ministro da Defesa disse hoje que nos 20 meses de ministro gastou uma "média mensal de 147,72 euros" com o cartão que lhe foi atribuído pelo Governo.

Numa resposta a uma manchete de terça-feira no Correio da Manhã ("Cartões milionários na Defesa"), Santos Silva disse que, ao longo dos seus vinte meses como ministro da Defesa (entre 2009 e 2011) gastou, ao todo, 2954,39 euros (tendo o cartão um plafond de dez mil euros/mês).

Na nota publicada publicada hoje de manhã, Santos Silva recua na insinuação de que para a atual equipa ministerial da Defesa, liderada por José Pedro Aguiar-Branco, teria tido"útil" a manchete do Correio da Manhã.

Pelo contrário, agradece na pessoa dos "mais altos responsáveis" do ministério da Defesa, a "celeridade" com que lhe "facultaram a informação solicitada", "compreendendo a sua relevância para a defesa" da sua "honra pessoal" e, na sua "modesta opinião", "também para a defesa da dignidade institucional das funções" que teve "o privilégio de exercer".

"Os esclarecimentos que entretanto obtive tornaram firme no meu espírito a convicção de que na origem da 'notícia' do CM está apenas a agenda político-mediática deste jornal. Na sequência do recente trânsito em julgado de um processo movido pela Associação Sindical dos Juízes ao anterior governo, os ministérios encontram-se obrigados a fornecer este tipo de informações", escreveu o ex-ministro.

"Acredito que os dados que agora divulgo serão suficientes para esclarecer a dúvida que vi ainda persistir, naturalmente, na mente de pessoas que de boa fé comentaram este caso", conclui.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG