Sampaio votou nas diretas do PS após 15 anos

O ex-Presidente da República Jorge Sampaio votou hoje, pela tarde, nas eleições diretas para a escolha do secretário-geral do PS e dos delegados ao congresso, entre 26 e 28 deste mês, em Santa Maria da Feira.

Fonte socialista disse à agência Lusa que Jorge Sampaio, ex-secretário-geral do PS entre 1988 e 1992, exerceu o seu direito de voto na secção de Benfica (Lisboa), algo que já não fazia há 15 anos.

O atual secretário-geral do PS, António José Seguro, vai também votar esta tarde na Guarda, a federação socialista em que está filiado.

Cerca de 45 mil militantes socialistas estão hoje a votar entre António José Seguro e Aires Pedro para a escolha do secretário-geral do PS e para a eleição de 1.825 delegados ao congresso.

Ao contrário do que sucedeu nas "diretas" disputadas há dois anos entre Seguro e o ex-líder parlamentar do PS Francisco Assis, em que os militantes votaram ao longo de dois dias, as eleições realizam-se agora num único dia.

Uma mudança que ocorreu na sequência da revisão estatutária aprovada em 2012 e que, de acordo com atual a direção do PS, visou reforçar as regras de transparência na vida interna deste partido.

Outra alteração relevante no plano interno foi a proibição de os militantes poderem pagar as quotas no momento da votação.

Para as eleições de hoje, os militantes com capacidade eleitoral tiveram de pôr as suas quotas em dia até 12 de março passado, ou seja, um mês antes do ato eleitoral.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG