Sá Carneiro Talks. José Manuel Fernandes defende boa aplicação dos fundos comunitários

O eurodeputado do PSD é o convidado esta quarta-feira do Instituto Francisco Sá Carneiro, no ciclo de conferências Sá Carneiro Talks, e ajudará a refletir sobre a importância dos fundos comunitários no desenvolvimento do país, e agora ainda mais com crise pandémica.

Nesta quarta edição das conferências que assinalam os 40 anos da morte de Francisco Sá Carneiro, o eurodeputado José Manuel Fernandes irá refletir sobre a importância dos fundos comunitários para a União Europeia e, em particular, para Portugal. Irá ajudar a refletir sobre as boas respostas à crise sanitária, económica e social provocada pela pandemia e defender que é crucial a boa aplicação das verbas a que o país terá direito, nomeadamente do programa de recuperação e resiliência. A sua palestra será transmitida pelas 18:00 desta quarta-feira na página do Facebook do Instituto.

Neste debate participam ainda João Manuel Esteves, presidente da Câmara de Arcos de Valdevez, Jorge Gaspar, jurista e professor universitário, e Hugo Carvalho, deputado do PSD.

Na terceira edição das conferências esteve Paulo Rangel que refletiu sobre as crises que afetaram a Europa e as respostas que terá de encontrar para ultrapassar a crise sanitária, económica e social provocada pela pandemia.

O eurodeputado social-democrata passou também, entre outros aspetos, pelas outras grandes crises que somam à pandémica, como a do Brexit, o problema das migrações, o recrudescimento dos nacionalismos/populismos.

Nesta conferência sobre o "O futuro da Europa" participaram ainda a politóloga Marina Costa Lobo, Martin Kamp, ex-secretário-geral do grupo do PPE, e Regina Bastos, coordenadora da conferência Futuro da Europa na Presidência portuguesa da UE.

Nas edições anteriores, estiveram presentes o ex-comissário Europeu Carlos Moedas, que falou de "inovação", e o ex-presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, que refletiu sobre os "4 D" da crise.

Partir de Sá Carneiro para debater presente e futuro

Ao DN, a presidente do IFSC, Maria da Graça Carvalho, afirmou que com este ciclo de conferências se pretende "partir do pensamento de Sá Carneiro e projetá-lo nos assuntos de atualidade e no futuro". A também eurodeputada do PSD, frisou que o Instituto quer, com este ciclo de conferências dedicadas ao pensamento de Sá Carneiro, ir além dos temas clássicos que costuma tratar, mais ligados à política, ao social e às relações internacionais, abrindo as portas a temas como alterações climáticas, novas tecnologias na saúde e a própria saúde. No final do ciclo será publicado um livro, que "será um importante elemento de formação política", assegurou Maria da Graça Carvalho.

Francisco Sá Carneiro foi um dos fundadores do PSD e foi primeiro-ministro em 1980, depois de ter ganho as eleições em coligação com o CDS e o PPM, na Aliança Democrática.. O então líder social-democrata governou oito meses, até 4 de dezembro daquele ano, quando o avião que seguia se despenhou em Camarate., tendo com ele falecido o democrata-cristão e ministro da Defesa, Adelino Amaro da Costa, bem como a sua companheira Snu Abecasis.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG