Rui Rio admite avançar para Belém se tiver apoio do PSD

Ex-presidente da Câmara do Porto sabe que o apoio do partido é "indispensável" para vencer as presidenciais do próximo ano. E recusa candidatar-se se outros, como Santana ou Marcelo, forem a jogo.

Rui Rio admite, afinal, avançar com uma candidatura à Presidência da República, mas as condições são claras: apoio inequívoco do PSD e a garantia de que não terá adversários de peso à direita.

Fonte próxima do ex-presidente da Câmara Municipal do Porto assegura ao DN que, apesar de qualquer candidatura a Belém partir de uma iniciativa individual, "o apoio do PSD seria indispensável". Isto porque Rio não equaciona dizer "presente" sem ter a certeza de que tem reais condições para vencer.

Saiba mais pormenores na edição impressa ou no e-paper do DN.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG