Quebra da disciplina de voto analisada 3.ª feira

A quebra da disciplina de voto pela deputada independente Isabel Moreira na votação da proposta do Governo de alteração às leis laborais vai ser analisada na primeira reunião da direção da bancada socialista, na terça-feira.

"Vamos analisar essa situação na primeira reunião da direção do Grupo Parlamentar do PS", afirmou à agência Lusa o presidente da bancada socialista, Carlos Zorrinho.

Na sexta-feira, na votação na generalidade da proposta do Governo de revisão do Código de Trabalho, a constitucionalista e deputada independente Isabel Moreira furou a disciplina interna do PS no sentido da abstenção, votando ao lado do PCP, Bloco de Esquerda e "Os Verdes" contra o diploma do executivo.

Interrogado pela agência Lusa se a deputada será alvo de sanções internas, Carlos Zorrinho considerou que é "muito prematura" qualquer conclusão nesse sentido.

Na presente sessão legislativa, Isabel Moreira já antes furara a disciplina de voto no debate do Orçamento do Estado para 2012.

Isabel Moreira, ao contrário do PS, que se absteve, votou contra a introdução de cortes graduais nos subsídios de férias e de natal dos trabalhadores da administração pública.

Exclusivos