PSD nega que CDS esteja a "resguardar" imagem

O líder parlamentar do PSD negou hoje a ideia que o CDS-PP esteja a tentar "resguardar" a sua imagem, considerando que a coligação entre os dois partidos tem funcionado na "perfeição".

Questionado se existe dentro do PSD algum desconforto com a "salvaguarda da imagem" do CDS-PP, que se tem "exposto menos", o presidente do grupo parlamentar social-democrata recusou a ideia que haja qualquer tentativa dos democratas-cristãos se "resguardarem".

"Não creio que haja esse resguardo. Julgo que todos os membros do Governo e todos os deputados da maioria têm tido a mesma postura de responsabilidade e de assumpção daquelas que são as soluções políticas do Governo", disse Luís Montenegro, que falava aos jornalistas no final da reunião do grupo parlamentar do PSD, que se prolongou por cerca de duas horas.

Luís Montenegro sublinhou ainda que os dois partidos têm presente que "o ponto de partida" do actual Governo de coligação foram duas candidaturas autónomas às eleições legislativas e dois programas eleitorais, mas depois do ato eleitoral os dois partidos tiveram a capacidade de se entender.

"Tivemos a capacidade de nos entendermos, de fazermos um programa de Governo que é um programa conjunto e de termos na Assembleia da República uma coligação que tem, diria mesmo, funcionado na perfeição", frisou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG