PSD-M quer poupar nos gastos dos telefones dos deputados

O grupo parlamentar do PSD-M apresentou hoje na Assembleia Legislativa da Madeira um projeto de resolução que visa a redução dos custos com os serviços de telecomunicações afetos dos deputados.

No texto da proposta legislativa hoje divulgada pelo PSD-M pode ler-se que se "afigura pertinente a cessação do apoio financeiro para suportar os gastos com a rede móvel adstrita aos grupos parlamentares e ao partido com um único deputado, uma vez que esses custos podem e devem ser direta e integralmente suportados pelas subvenções atribuídas aos mesmos".

O grupo parlamentar social-democrata madeirense sustenta que "num tempo em que escasseiam os recursos económicos disponíveis, exige-se racionalização e otimização".

Argumenta que "considerando as subvenções previstas na estrutura orgânica da Assembleia Legislativa da Madeira aos grupos parlamentares e ao partido com um único deputado, impõe-se reduzir os custos de funcionamento".

Esta proposta foi avançada pela deputada do PSD-M Rafaela Fernandes na sequência das críticas dos deputados da oposição aquando da discussão e votação do orçamento do parlamento madeirense, sobretudo considerando não terem acontecido os pertinentes cortes no lado da despesa.

O orçamento da ALM para 2012 prevê uma despesa total na ordem dos 14 milhões de euros, incluindo uma verba de cinco milhões de euros destinada ao pagamento de subvenções aos partidos e grupos parlamentares, foi aprovado a 13 de dezembro com os votos favoráveis da maioria do PSD, as abstenções de CDS e PAN e votos contra dos restantes partidos da oposição.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG