PSD exige desculpas por causa de comentário de Galamba

O PSD exigiu hoje um "pedido de desculpas formal" do PS pelas declarações "de falta de respeito pessoal e institucional" que um "destacado deputado" socialista fez a propósito da mensagem de Cavaco Silva de 25 de abril.

Em causa estão declarações de João Galamba, deputado do Partido Socialista que, sobre a mensagem do chefe de Estado, escreveu quinta-feira na sua conta pessoal no Twitter: "Cavaco quer cumprir o tratado orçamental mas queixa-se da austeridade generalizada em toda a Europa. É oficial: endoidou." Galamba escreveu ainda que foi um "discurso miserável de um miserável Presidente. Que vergonha".

Para o PSD estas declarações "são de falta de respeito pessoal e institucional pelo senhor Presidente da República", pelo que, através da vice-presidente Francisca Almeida, "merecem um pedido de desculpa do próprio e do Partido Socialista, um pedido de desculpas formal que esperamos que aconteça, se não antes, pelo menos no decurso deste congresso".

Lembrando a mensagem de Cavaco Silva durante as comemorações do 25 de abril, nas quais o Presidente da República pediu "consenso político", a deputada deixou o desejo do PSD que os trabalhos no congresso socialista que hoje arranca decorram "da melhor forma possível" e "sob o signo desse consenso".

"O que não gostávamos de facto (...) de ver neste congresso do PS seriam declarações como as que ontem vimos de um destacado deputado do PS, a propósito da mensagem do senhor presidente da República. Declarações que consideramos que são elas próprias a negação daquele que é o espírito do 25 de abril, de tolerância e de democracia", frisou Francisca Almeida.

Almeida Santos, vice-presidente do PS, comentou hoje, à chegada ao congresso do PS, em Santa Maria da Feira, as declarações de João Galamba e defendeu que a expressão usada pelo deputado socialista no Twitter, "endoidou", "não é uma expressão que deva ser usada em relação a um Presidente da República". No entanto, realçou que "cada um é livre de usar as expressões que lhe convém ou que lhe interessa para caracterizar uma situação ou mesmo uma pessoa".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG