PS vai impedir aumento do número de deputados

O presidente do PS/Açores, Carlos César, assegurou hoje que os socialistas vão impedir qualquer aumento de deputados na Assembleia Legislativa, considerando que essa possibilidade é contrária "ao tempo em que vivemos".

"O aumento de deputados não é condicente com o tempo em que vivemos, nem com as necessidades de representação pluripartidária e de pluralidade no parlamento", afirmou Carlos César, em declarações aos jornalistas no Rio de Janeiro, Brasil.

Para Carlos César, que é também presidente do Governo dos Açores, "é importante que as instituições políticas sejam exemplo de austeridade", frisando que o sistema eleitoral em vigor na região "foi testado positivamente, fomentando a diversidade e a pluralidade partidária".

Nesse sentido, para evitar o aumento do número de deputados na próxima legislatura de 57 para 64, imposto pela legislação em vigor, o líder regional socialista anunciou que o Grupo Parlamentar do PS/Açores vai apresentar uma proposta na sessão plenária do parlamento regional que decorre na próxima semana na Horta, Faial.

"A proposta será apresentada pelo PS. Se houver consenso melhor, se não houver consenso, o PS tem maioria e garantirá que não haverá qualquer aumento do número de deputados", afirmou.

A presidente do PSD/Açores, Berta Cabral, também se pronunciou hoje sobre esta matéria, defendendo a necessidade de ser aprovada por "unanimidade" legislação que impeça o aumento do número de deputados regionais na próxima legislatura.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG