PS lança amanhã a semana "em defesa da saúde"

O PS inicia na segunda-feira no Porto uma semana "Em defesa da Saúde", com iniciativas para defender a "herança" dos anteriores governos socialistas e mostrar que é possível fazer reformas mantendo o "acesso universal" ao Serviço Nacional de Saúde (SNS).

"O que queremos transmitir é que o SNS tem passado, presente e tem futuro", disse à agência Lusa o secretário nacional do PS para a saúde, Álvaro Beleza, acrescentando que é preciso "defender a herança dos Governos do PS" nesta matéria.

Nesta semana "Em defesa da saúde", os socialistas vão realizar várias iniciativas pelo país, quase sempre com a presença do secretário-geral do PS, António José Seguro e também com a participação da presidente do partido e ex-ministra da Saúde, Maria de Belém Roseira, e de outros dirigentes socialistas.

Álvaro Beleza considerou que cabe ao PS "ter uma posição construtiva" na reforma da saúde, mas que os socialistas não deixarão de "apontar todas as questões" que achem pertinentes, porque "da parte do Governo tem havido algumas falhas".

"Onde está o corte nas gorduras ou as reformas estruturais do sistema? A única que vi até agora foi a do Instituto Português do Sangue [instituição sobre a qual foi o responsável até há poucos meses] com a Autoridade para os Serviços do Sangue e da Transplantação, não há mais nenhuma", criticou.

Na opinião de Beleza, é preciso "muita cautela" em algumas áreas, criticando também "o aumento brutal das taxas moderadoras e do transporte de doentes" que "prejudicou" o acesso ao SNS.

"Atingiram-se níveis de grande qualidade [no SNS] e basta uma pequena medida para poder pôr isso em causa", assinalou, afirmando ainda que existe uma "burocracia gigantesca no SNS" que é preciso mudar e "estruturas em duplicado e triplicado" a concentrar.

A semana "Em defesa da saúde" arranca segunda-feira no Porto, sob o tema "excelência do SNS", com uma visita do secretário-geral, António José Seguro, ao Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (IPATIMUP), dirigido pelo investigador Manuel Sobrinho Simões.

Em seguida, há uma visita ao Hospital de Dia do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto e um almoço com personalidades da área da saúde na Secção Regional do Norte da Ordem dos Médicos. " noite, a Federação do PS/Porto realiza um debate sobre o SNS.

Na terça-feira, a presidente do PS, Maria de Belém Roseira, o secretário nacional Álvaro Beleza e o deputado e vice-presidente da bancada Mota Andrade dedicam a manhã à "saúde no interior", com uma visita ao centro de saúde de Alfândega da Fé, no distrito de Bragança.

O dia seguinte será dedicado à "solidariedade do SNS", com uma visita de António José Seguro à Unidade de Cuidados Continuados Integrados "Al-Vita", em Portimão, seguindo-se um jantar com personalidades da saúde e, à noite, uma visita à urgência do Hospital de Faro.

Na quinta de manhã, o secretário-geral do PS visita as Unidades de Saúde Familiar "Âncora" e "Mirante", em Olhão, e o Laboratório de Saúde Pública "Laura Ayres", em Faro.

" tarde, já em Lisboa, o PS reúne-se com a direção da União das Misericórdias Portuguesas.

Na sexta-feira está prevista uma visita à urgência do Hospital de São José e no sábado a semana "Em defesa da saúde" termina com um fórum, em Coimbra, que será aberto pelo fundador do SNS, António Arnaut, e pelo dirigente do PS Álvaro Beleza.

Durante a tarde haverá intervenções do ex-ministro da Agricultura e deputado do PS António Serrano ("A importância de profissionais motivados na reforma do SNS") de Adalberto Fernandes, da Escola Nacional de Saúde Pública, ("Acessibilidade aos cuidados de saúde e novos paradigmas de gestão") e de Constantino Sakellarides ("Portugal, Europa e a Saúde").

O fórum encerra com uma intervenção do secretário-geral do PS, António José Seguro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG