PS diz que "esta revisão não existirá"

"Esta revisão constitucional morreu à nascença", afirmou esta manhã o líder parlamentar do PS, Alberto Martins, face ao projecto avançado ontem na Assembleia da República pelos deputados do PSD eleitos no círculo da Madeira.

Dizendo que na verdade esta "é uma iniciativa do PSD [nacional]" e não somente do PSD/Madeira, Martins disse que o PS "não está disponível" para iniciar qualquer processo de mudança na Lei Fundamental.

"O PSD quer extinguir a Constituição, extinguir o Tribunal Constitucional e é contra as regras do Direito democrático", pelos que os socialistas "repudiam em absoluto" a iniciativa ontem apresentada no Parlamento.

"São manobras dilatórias que não são sérias nem têm consistência", afirmou o líder parlamentar socialista.

Para Alberto Martins, o PSD nacional só decidiu não dar sequência ao projeto do PSD da Madeira "depois de o secretário-geral do PS ter dito ontem não à revisão constitucional".

Exclusivos