PS decidirá em função dos argumentos apresentados

O Partido Socialista não considera esta uma questão prioritária, mas decidirá sobre a eventual reabertura da comissão parlamentar de inquérito à queda do avião em que morreu Sá Carneiro "em função dos argumentos" que forem apresentados por quem tomar a iniciativa.

"Consideramos que não é uma questão prioritária para o país, mas se ela se colocar o grupo parlamentar decidirá em função dos argumentos que suportam essa reabertura", disse à Lusa fonte oficial da bancada socialista.

O líder do PSD e primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, e o líder do grupo parlamentar do CDS, Nuno Magalhães, admitiram no domingo a possibilidade de reabertura da comissão de inquérito à queda do avião em Camarate que em 1980 vitimou o então chefe do Governo, Francisco Sá Carneiro.

Na queda do avião há 31 anos morreram o primeiro-ministro do Governo da Aliança Democrática, Francisco Sá Carneiro, o ministro da Defesa, Adelino Amaro da Costa, e todos os restantes ocupantes que viajavam a bordo do Cessna.

A agência Lusa contactou também as bancadas parlamentares do PCP e do BE mas não obteve resposta até ao momento.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG