PCP apela à participação na greve geral

A Comissão Política do Comité Central do PCP apelou hoje à adesão dos trabalhadores na greve geral convocada para a próxima quinta-feira, pela demissão do Governo e por uma mudança de política.

Em comunicado, a Comissão Política do PCP apelou para que os trabalhadores façam "ouvir a sua voz" nas concentrações e manifestações convocadas pela CGTP e afirmem que "há um país que não se resigna nem se cala perante o roubo dos salários" e perante a "liquidação de direitos sociais".

O órgão de direção política comunista apelou à participação na greve geral contra a "exploração e o empobrecimento", pela "demissão do Governo, a realização de eleições antecipadas" e pela "mudança de política".

"Basta de exploração, corrupção, compadrio, tráfico de influências, de uso dos dinheiros públicos para enriquecimento pessoal e promiscuidade entre interesses políticos e económicos", exigiu o PCP.

A Comissão Política do PCP criticou ainda a "diminuição dos salários, o aumento da precariedade, a "facilitação dos despedimentos, o aumento do horário de trabalho e contra a redução do valor das reformas e das pensões.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG