Paulo Rangel pede cuidado redobrado nas nomeações

O eurodeputado social-democrata Paulo Rangel defendeu sexta-feira à noite, em Coimbra, que o Governo deve ter o máximo de cuidado nas nomeações, sob pena de afetar a sua credibilidade e legitimidade para impor sacrifícios aos portugueses.

"Há uma questão de imagem e se não houver muito cuidado, e julgo que não tenha havido o cuidado suficiente, por mais que a consciência esteja tranquila, pode perder-se alguma legitimidade ou credibilidade na exigência das medidas de austeridade", disse Paulo Rangel, a propósito das recentes nomeações para cargos dirigentes.

Salientando que há "todas as condições" para acreditar nas explicações do primeiro-ministro, o eurodeputado do PSD ressalva, no entanto, que "este tipo de episódios têm de ser realmente evitados, independentemente das coisas terem sido feitas de acordo com as regras e a ética".

Para Rangel, "o Governo, que está a tomar medidas e reformas tão duras, tem de estar totalmente ao abrigo deste tipo de ataques e, para isso, tem de se proteger convenientemente".

Segundo o social-democrata, no futuro é preciso um "cuidado redobrado nestas situações, porque senão fica em causa a legitimidade para impor sacrifícios" aos portugueses.

Na opinião de Rangel, "as pessoas estão a fazer sacrifícios tão grandes que não poderão aceitar, nem vão tolerar, em caso nenhum, que haja desvios do ponto de vista ética".

Entende mesmo que, "se não houver cuidado, a credibilidade do Governo pode ficar em causa. Isto foi um alerta muito forte para que haja prudência neste tipo de matéria".

Paulo Rangel falava aos jornalistas à entrada para um debate promovido pela distrital de Coimbra do PSD, em que foi o orador convidado.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG