Paulo Portas "é um péssimo moço de recados"

O presidente do Governo Regional e do PSD-Madeira, Alberto João Jardim, disse hoje que o líder do CDS-PP e ministro dos Negócios Estrangeiros, "é muito parecido com José Sócrates". Uma resposta às declarações de Portas deste domingo.

O líder do CDS-PP, Paulo Portas, comparou domingo a gestão do Governo regional da Madeira com a do executivo socialista liderado por José Sócrates, defendendo que "a dívida não é boa ou má consoante a cor dos governos".

"Eu acho que ele é um péssimo moço de recados", disse, ao comentar as declarações produzidas por Paulo Portas num comício em Água de Pena, Santa Cruz.

Alberto João Jardim contrapôs dizendo que "eles [Sócrates e Portas] é que são muito parecidos, eu não tenho nada a ver, nem com um, nem com o outro".

E acrescentou, à margem da inauguração da primeira fase da reabilitação do Bairro de São Gonçalo erigido em 1943 durante o Estado Novo, que "além de serem muito parecidos são cúmplices, porque o dr. Portas absteve-se na Lei de Finanças Regionais, foi cúmplice na roubalheira que o engenheiro Sócrates fez à Madeira".

"Em terceiro lugar, o dr. Paulo Portas comprou dois submarinos cujo custo é quase a dívida directa da Madeira (cerca de 3 mil milhões de euros) pelo que não lhe acho qualquer autoridade para falar de despesa pública", concluiu.

Na inauguração, o chefe do Governo Regional sublinhou que "as obras falam por si, não é preciso conversa, o povo da Madeira é inteligente e justo", seguindo, depois, para Câmara de Lobos onde inaugurou a nova ligação ao Ribeiro da Alforra e Limoeiro.

No domingo, o líder democrata-cristão e ministro dos Negócios Estrangeiros do Governo de coligação manifestou-se ainda convicto que o CDS-PP, o partido que "tinha paletes de razão" e soube "avisar a tempo contra o excesso de dívida e de despesa", terá "um crescimento indomável" no próximo dia 09 de Outubro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG