Passos recusa perguntas sobre Relvas

Passos Coelho esteve esta manhã na Escola E.B. 2. 3 Miguel Torga, na Amadora. Deu uma aula sobre Beethoven e, no final, recusou-se a responder às perguntas sobre o alegado envolvimento de Miguel Relvas no "caso das secretas".

O primeiro ministro participava numa iniciativa liderada pelo Ministério de Educação e Ciência em colaboração com o da Solidariedade e Segurança Social para promover o voluntariado. Vários governantes visitaram escolas do País durante a manhã, ação onde inicialmente estava prevista a participação do ministro-Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas.

O destino daquele ministro era Tomar, mas o seu nome foi retirado à última da hora.

A justificação do gabinete de imprensa de Nuno Crato é a de que Miguel Relvas não participou por incompatibilidade de agenda, tal como aconteceu com o ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira.

Passos Coelho deixou a escola sem responder às perguntas e, no caminho para o carro, cumprimentou os alunos, deu autógrafos e ouviu queixas. Algumas de filhos dos moradores do Casal da Boba, onde se localiza a Escola Miguel Torga, que protestaram por as rendas das casas terem aumentado substancialmente.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG