Passos pediu descida do imposto... em 2008

O aumento do preço dos combustíveis é uma "matéria que não depende da intervenção do Governo", disse ontem o primeiro-ministro. Mas há cerca de quatro anos, estava Passos Coelho na oposição, o líder do PSD pediu uma descida urgente da taxa de ISP (imposto sobre os produtos petrolíferos) para contrariar uma redução "drástica" do consumo.

Em declarações reproduzidas pela TSF, Passos Coelho explicou que "o Governo [PS, liderado por José Sócrates] já está a arrecadar menos receita fiscal do que aquela que era devida em razão de o consumo ter baixado drasticamente por causa do efeito do preço".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG