Passos Coelho realça vida dedicada ao serviço público

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, manifestou hoje "profundo pesar" pela morte do eurodeputado Miguel Portas, sublinhando que era um "reconhecido economista, jornalista e político que dedicou toda uma vida ao serviço público".

"O primeiro-ministro acaba de tomar conhecimento da morte do eurodeputado e fundador do Bloco de Esquerda Miguel de Sacadura Cabral Portas. Tendo já expressado à família enlutada as suas mais sentidas condolências, o primeiro-ministro evoca, neste momento de perda, a figura deste reconhecido economista, jornalista e político que dedicou toda uma vida ao serviço público, em defesa das causas em que acreditou e pelas quais sempre se bateu com convicção", lê-se numa nota do gabinete de Pedro Passos Coelho enviada às redações.

"Miguel Portas entregou o melhor do seu saber, energia e capacidade de trabalho a um país aberto, tolerante e de futuro, através da extensa atividade cívica e política que desde muito jovem abraçou com grande generosidade", lê-se no mesmo texto, que acrescenta ainda que o primeiro-ministro também "endereça" ao Bloco de Esquerda "o seu profundo pesar pelo desaparecimento prematuro de um dos seus mais destacados dirigentes".

Exclusivos