Passos Coelho e Seguro reunidos mais de uma hora

O encontro hoje do primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, com o líder do Partido Socialista, António José Seguro, terminou cerca das 20:20, quase uma hora e meia depois de ter começado, na residência oficial de São Bento. A agenda não foi divulgada, mas o DN apurou que estará em causa a avaliação da troika.

António José Seguro entrou no palácio de São Bento às 19:00, de carro, e saiu às 20:20, também de carro, sem parar para falar aos jornalistas presentes.

A reunião - a sétima que foi tornada pública entre passos Coelho e Seguro em São Bento - decorreu numa altura em que a troika (Fundo Monetário Internacional, Banco Central Europeu e Comissão Europeia) está em Portugal para realizar a quinta revisão da assistência financeira ao país.

Na quarta-feira, Pedro Passos Coelho alertou para os "desafios orçamentais" que o país vai ter de saber superar depois desta avaliação e admitiu que "nem tudo aconteceu exatamente como esperado".

Na sua última intervenção pública, no passado domingo, o secretário-geral do PS, António José Seguro, desafiou o primeiro-ministro a revelar quais as medidas que vai tomar para cumprir a meta do défice de 4,5 por cento em 2012 e a explicar o que falhou.

Um desvio nas receitas fiscais levou já o Governo a admitir que não será possível cumprir a meta orçamental prevista para este ano (4,5 por cento do PIB).

A equipa da troika deverá debater com o Governo durante a quinta avaliação formas de resolver o problema: aumentando a meta para o défice ou aplicando medidas adicionais (a troika rejeita o recurso a receitas extraordinárias).

Este processo de revisão é trimestral e está previsto no programa de assistência económica e financeira, através do qual a troika disponibilizou 78 mil milhões de euros para Portugal.

Em todas as quatro revisões anteriores, a equipa da troika manifestou-se satisfeita com os progressos feitos por Portugal na aplicação do programa.

Desde que Seguro assumiu a liderança do PS, em julho do ano passado, foram públicos sete encontros seus a sós com Passos Coelho, todos na residência oficial do primeiro-ministro, em São Bento, Lisboa: nos dias 26 de setembro, 11 de outubro, 21 de dezembro de 2011 e, já este ano, a 27 de janeiro, 14 de fevereiro, 18 de maio e hoje, 30 de Agosto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG