Partidos prometem campanhas mais poupadas

Os candidatos autárquicos vão privilegiar os contactos diretos com os eleitores e apostar em campanhas mais poupadas, considerando despropositado recorrer a grandes meios de propaganda no atual momento de crise, disseram à Lusa fontes partidárias.

A dois meses da realização das eleições autárquicas, poupar é, assim, a palavra de ordem.

O PSD prevê uma poupança de "pelo menos 40 por cento" nos gastos com a campanha, uma redução na ordem dos 7,5 milhões de euros, disse à Lusa o secretário-geral do partido, José de Matos Rosa.

Os sociais-democratas pretendem, assim, contribuir "para o esforço acrescido de contenção que se impõe na conjuntura atual", acrescentou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG