Parlamento assinala centenário da I Guerra Mundial

A Assembleia da República vai assinalar em outubro o centenário da I Guerra Mundial promovendo durante três dias a recolha de documentos e objetos, como diários, cartas ou fotografias oriundos da participação portuguesa no conflito.

"Os Dias da Memória decorrem de 17 a 19 de outubro e têm como objetivo incentivar a participação dos cidadãos no estudo e divulgação da memória da presença portuguesa no conflito de 1914-1918", divulgou o gabinete de relações públicas da Assembleia da República.

Assim, naqueles dias o Parlamento estará aberto para receber documentos e objetos de natureza diversa que os cidadãos tenham, tais como diários, cartas, fotografias, mapas ou outros objetos oriundos da participação de Portugal na I Guerra Mundial (1914-1918).

A evocação da I Guerra Mundial começa com a inauguração da exposição "Portugal na I Grande Guerra", prevista para 2 de outubro, e inclui a realização de um colóquio, que se realiza dia 7 do mesmo mês, na Sala do Senado.

Os principais temas do colóquio são "A política e a diplomacia no início da guerra", o "estado da arte da guerra no início do conflito", a "situação política de Portugal no início da guerra - razões para o envolvimento de Portugal" e "As Forças Armadas de Portugal no início da guerra - caraterização".

A apresentação dos temas estará a cargo do embaixador António Martins da Cruz, do major-general Arnaut Moreira, do ex-ministro da Defesa Nuno Severiano Teixeira e do coronel Lemos Pires e do capitão-de-fragata Bessa Pacheco, adianta a AR, no comunicado.

Exclusivos