Pacheco Pereira fala em fantochada

O antigo dirigente do PSD, Pacheco Pereira, sustenta que "o que aconteceu hoje na Assembleia da República foi uma fantochada!". "Para bloquear uma lei faz-se um referendo ilegal, inconstitucional e violador da regras de funcionamento da Assembleia", disse Pacheco Pereira no programa Quadratura do Círculo (SIC-Notícias).

Na sua opinião, trata-se de "um truque de cobardia política". Além disso, obrigar à disciplina de voto numa matéria de consciência (como é a coadoção e adoção de crianças por casais homossexuais) é apenas, em seu entender, uma forma de "garantir que a JSD não seja ainda mais enxovalhada" com o resultado da votação parlamentar da sua proposta.

Cada vez mais crítico do atual executivo, Pacheco Pereira diz que, neste momento, e perante uma "opinião pública amorfa", as "coisas mais absurdas são aceitáveis " e que, no fundo, tudo se resume a "má fé transformada em política governamental".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG