Os Verdes: Linhas gerais do OE apontam para "mais austeridade".

O partido ecologista "Os Verdes" defendeu hoje que as linhas gerais do Orçamento do Estado para 2014 apresentado pelo Governo apontam para "um caminho único" de "mais austeridade".

"Estas linhas gerais apontam para um caminho único, que pode ser traduzido em duas palavras: mais austeridade", afirmou o deputado José Luís Ferreira.

À saída da reunião com membros do Governo, para apresentar o Orçamento, no Parlamento, o deputado ecologista afirmou que o executivo "não conhece outra palavra que não seja austeridade".

"Mantém os cortes nas pensões e nos salários, que já impôs nestes dois últimos anos, como, ainda vem criar e acentuar os cortes salariais e nas reformas", afirmou.

"Não deixa de ser curioso que o Governo pretenda colocar as pessoas que recebem as pensões de sobrevivência a suportar ou a compensar a descida do IRS que o Governo pretende fazer e que vai beneficiar sobretudo as grandes empresas", sustentou.

"O Governo faz uma previsão de uma melhoria do cenário macroeconómico sustentado na dinamização do mercado interno para 2014. Sabendo nós que o rendimento disponível das famílias vai ficar mais reduzido em 2013 não se entende como é que o Governo possa fazer um cenário macroeconómico melhor", argumentou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG