Oitenta e um dias para mais de cem audições

Os responsáveis pela regulação bancária e pela regulação bolsista serão, dia 17 de novembro, os primeiros depoentes no inquérito parlamentar ao caso BES

A data foi hoje definida numa reunião dos coordenadores dos partidos na comissão, devendo amanhã ser aprovada numa reunião de toda a comissão.

Os trabalhos irão começar pelos reguladores, Carlos Costa (governador do Banco de Portugal) e Carlos Tavares (presidente da CMVM, Comissão de Mercados e Valores Mobiliários). Não está decidido quem será o primeiro.

Confirmando-se a data, isso significa que entre o momento da tomada de posse e o momento das primeiras audições passarão 39 dias - sendo que a comissão tem 120 dias para concluir os seus trabalhos.

Na verdade terá apenas 81 dias para proceder a mais de cem audições, sendo que hoje ficou claro que a maioria PSD/CDS tenderá a não vetar nenhuma proposta com origem nos partidos da oposição.

Os partidos pediram dezenas de documentos, que amanhã começarão a ser solicitados pelos serviços parlamentares aos respetivos "proprietários". Estes têm dez dias para responder.

Fernando Negrão (PSD) preside à comissão. Ainda não foi definido o(a) relator(a).

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG