"O programa de ajustamento já fechou", diz Paulo Portas

O vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, reiterou hoje que o programa de ajuda externa a Portugal "já fechou" no dia 17 de maio, "a primeira data contratualmente possível" para tal.

"O programa de ajustamento já fechou. O programa de ajustamento já fechou no dia 17 de maio, a primeira data contratualmente possível. Sobre isso não há nenhuma dúvida", disse Paulo Portas em Albufeira, à margem de um jantar que marca o final do primeiro dia de trabalhos das "jornadas de estudo" do Partido Popular Europeu (PPE) em Portugal.

Portas enalteceu o "mérito" da sociedade portuguesa, que "com muito esforço e muito custo" conseguiu terminar o programa "e reaver a autonomia do país no primeiro momento contratualmente possível", três anos depois do começo do ajustamento firmado com a 'troika'.

O PPE realiza entre hoje e quarta-feira umas "jornadas de estudo" sobre crescimento e emprego, nas quais participarão, entre outros, o presidente da Comissão Europeia, do Conselho Europeu e o ministro das Finanças alemão.

Nesta iniciativa, que decorre durante três dias no Algarve, denominada "Crescimento e Emprego - Estratégia para 2014/2019", discursarão também o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, o vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, a ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, além de vários chefes de Governo europeus e eurodeputados.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG