O ordenado dos gestores que não conseguiram contrato

O DN revela hoje quanto ganharam por dia, ao todo, os administradores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) em 2012 - ano em que não conseguiram um único contrato.

Um dos gestores, espanhol, teve as viagens a casa pagas e até o serviço de TV por cabo de que usufruía.

Os dados constam das contas de 2012, ano em que os ENVC, por si só, apenas conseguiram gerar receitas suficientes para pagar quatro meses de salários aos mais de 600 trabalhadores. No documento lê-se que a ENVC, em serviços de construção e reparação naval, faturou, respetivamente, 1,5 e 2,9 milhões de euros, tendo custos anuais com pessoal de 14,5 milhões.

O DN conta também que os estaleiros gastaram 19 milhões em equipamento para dois navios patrulha da Marinha - empreitada que nunca avançou. O equipamento vai-se degradando em armazéns da empresa.

Ontem, no dia em que celebrava 89 anos, Mário Soares associou-se na cidade minhota a mais um protesto contra o encerramento dos estaleiros, encerramento que vai implicar o despedimento de cerca de 600 trabalhadores.

Leia mais pormenores no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG