"Não há nenhuma brecha no grupo parlamentar"

O líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro, assegurou hoje que a demissão na vice-presidente da bancada Teresa Leal Coelho não abriu nenhuma brecha no grupo, nem na relação dos deputados com o partido.

"Houve uma posição tão transparente de parte a parte que não há nenhuma brecha no grupo parlamentar, nem há nenhuma brecha na relação do partido com o grupo parlamentar", garantiu Luís Montenegro, em declarações aos jornalistas no final da reunião do grupo parlamentar do PSD, a propósito da demissão da vice-presidência do grupo parlamentar de Teresa Leal Coelho, que mantém o cargo de vice-presidente do partido.

Teresa Leal Coelho apresentou a demissão de vice-presidente da bancada do PSD antes da votação da proposta de referendo sobre a coadoção e adopção por homossexuais, ausentando-se em seguida do plenário.

Em declarações à Lusa na segunda-feira, Teresa Leal Coelho afirmou que se demitiu da direção parlamentar do PSD contra a disciplina de voto relativamente ao referendo sobre coadoção e adoção por homossexuais, referindo que era suposto ter havido liberdade na bancada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG