MPT responsabiliza PSD e CDS pela austeridade

O presidente do MPT-M, João Isidoro, disse hoje que a austeridade que os madeirenses estão a sofrer é da responsabilidade do Governo da República (PSD e CDS) e do Governo Regional (PSD-M).

A Comissão Política Regional do MPT-M decidiu hoje realizar sessões de esclarecimento junto da população sobre as medidas de austeridade impostas ao povo madeirense fazendo ver que as mesmas são da responsabilidade do PSD e do CDS na República e do PSD-M na Região.

Para João Isidoro, as medidas de austeridade nacionais são aplicadas em todo o território português e "logo são também da responsabilidade do CDS".

O corte de 100 por cento nos subsídios de férias e de Natal aos funcionários públicos e pensionistas que recebem acima dos mil euros, o congelamento de carreiras profissionais e salários, a reavaliação de 80 mil casas na Madeira no âmbito do IMI, o despedimento de um trabalhador passa a ter sete dias de salário de compensação, o congelamento das reformas antecipadas foram algumas das medidas apontadas por João Isidoro como sendo nacionais e da responsabilidade, quer do PSD, quer do CDS.

"Nós queremos dizer com isto que, apesar do nosso adversário principal ser o PSD na Madeira porque governa com maioria absoluta, mas, há, aqui, também, um partido, o CDS, que tem enormes responsabilidades nas dificuldades que as pessoas passam hoje na Região", realçou.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG