Ministro diz que pagamento de subsídios é sobre "ingressos referentes a 2011

O ministro da Defesa afirmou hoje que o pagamento de subsídios no Governo e na administração pública diz respeito a "ingressos referentes ao ano de 2011" e decorreu "nos termos legais e normais".

"A questão é muito simples de explicar, são os ingressos [de pessoal] referentes ao ano de 2011 nos termos legais e normais e relativamente aos subsídios que tinham sido vencidos em 2011, não há nenhuma situação de anormalidade e muito menos se podem considerar, como eu vi hoje, como 'boys' do Governo, a situação é normal e de ingressos no Exército e na Marinha [no caso da Defesa] ", declarou Aguiar-Branco.

As declarações do titular da pasta da Defesa foram proferidas em resposta aos jornalistas no final da abertura do ano letivo da Escola Naval e do encerramento das Jornadas do Mar, no Alfeite.

Sob o título "Quase 1500 "boys" receberam subsídio de férias este ano", o Diário de Notícias avança hoje que o "número de pessoas que receberam subsídios de férias em 2012" é "mais de dez vezes superior ao que foi revelado em setembro último".

"Aos 131 assessores de gabinetes ministeriais admitidos então pelo governo somam-se agora, segundo informação oficial enviada ao PS, 1323 nomeados para outras entidades do Estado, pode ler-se.

José Pedro Aguiar-Branco salientou que não há neste caso "nenhuma situação de anormalidade e tão pouco tem a ver com qualquer decisão especial do Governo".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG