Ministra não disse "uma mentira substancial"

A ministra Maria Luís Albuquerque "é um peso pluma" que, não tendo dito "uma mentira substancial" nas declarações sobre os contratos 'swap', só aguentará o cargo "se fechar este episódio" depressa, previu Marcelo Rebelo de Sousa.

Para o comentador político da TVI, o que a ministra das Finanças "tem a fazer é muito simples" e resume-se a duas opções: ir à comissão parlamentar "ou mandar uma cartinha" a explicar "o que quis dizer".

Fazendo declarações diárias sobre o caso onde, em vez de esclarecer, "dá a sensação que acrescenta um ponto" ao que afirmou no Parlamento, Maria Luís Albuquerque "está mais pluma do que eu", adiantou Marcelo Rebelo de Sousa.

Quanto ao futuro, a ministra "aguenta se fechar este episódio" rapidamente, pois "não é uma mentira substancial" o que disse - e, mesmo assim, "tem que ser levada ao colo porque é um peso pluma", adiantou o comentador.

Ainda sobre a remodelação e por causa do reduzido peso de Maria Luís Albuquerque, Marcelo argumentou que será Paulo Portas "quem vai ter que falar forte com a troika".

Sobre a reforma do Estado, Marcelo lamentou a ausência de um secretário de Estado que fique responsável por esse dossier a cargo de Paulo Portas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG