Ministra contraria Paulo Portas nos vistos gold

O vice-primeiro-ministro refutou uma auditoria à concessão dos vistos dourados, mas Anabela Rodrigues abriu um inquérito.

A ordem da ministra da Administração Interna, Anabela Rodrigues, para que fosse aberto um inquérito ao "procedimento de concessão" dos vistos gold, no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), é considerada pelo Partido Socialista (PS) uma contradição com as declarações do vice-primeiro-ministro, na sua audição parlamentar sobre esta matéria.

Em requerimento entregue ontem na Assembleia, através do qual questionam Paulo Portas, os deputados socialistas Pita Ameixa e Rui Paulo Figueiredo lembram que o governante refutou "sindicar a atribuição dos vistos gold". A justificação apresentada por Portas, na audição da 6.ª comissão parlamentar do passado dia 20 de novembro, foi a de que tal averiguação poderia criar "imprevisibilidade" no sistema.

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG