Militantes mortos com quotas pagas no PS

Um caso de alegado pagamento massivo de quotas em atraso está a agitar as eleições para a distrital de Braga do PS , onde se confrontam duas candidaturas, uma "costista" e outra "segurista".

O caso implica, segundo uma exposição que já seguiu da COC (Comissão Organizadora do Congresso) de Braga para o Secretariado Nacional (SN) do partido, quotas pagas por militantes mortos (pelo menos dois casos), emigrados e acamados.

Leia mais pormenores no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG