"[Marinho e Pinto] pode ser mais uma grande desilusão"

O líder da bancada parlamentar do PCP não vê com bons olhos o anúncio do novo partido de Marinho e Pinto: "Pode ser mais uma grande desilusão para os portugueses. É o risco de dar mais importância às caras e aos nomes do que às ideias."

Para João Oliveira, é necessário saber a perspetiva com que Marinho e Pinto vem disputar as eleições. Avisa: "A experiência do que foi a sua eleição para o Parlamento Europeu e da forma como rapidamente se desfez das responsabilidades para as quais os portugueses o elegeram, e por aquilo que já veio dizer sobre o apoio ao PS ou ao PSD para um futuro Governo, indicia que os portugueses não podem estar à espera de grandes novidades."

O deputado do PCP também afirma que "a união de esquerda é uma questão muito sobrevalorizada" e enquanto o PS não fizer uma rutura com o ideário da coligação PSD/CDS não podem existir entendimentos.

Quanto ao rejuvenescimento em curso na bancada comunista, nega que aconteça para eclipsar a juventude do Bloco de Esquerda. Uma renovação que não irá verificar-se no que respeita ao cargo de secretário-geral, Jerónimo de Sousa.

Leia a entrevista completa na edição em papel ou e-paper de hoje do DN

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG