Mais um milhão de isentos das taxas moderadoras

Paulo Macedo, ministro da Saúde, afirmou hoje na Assembleia da República, que a revisão das isenções das taxas moderadoras irá permitir que mais um milhão de cidadão fique livre de pagar pelo atendimento nos hospitais e centros de saúde.

"Estamos à espera temos de ver cálculos que foram feitos Ministério Finanças, é que existam pelo menos mais um milhão de pessoas isentas através da condição de recursos", assegurou Paulo Macedo.

Sobre a criação de mais Unidades de Saúde Familiar do tipo B, o ministro da Saúde, adiantou que "as cerca de 60 que estão solicitadas devem ser autorizadas e vão permitir que mais 660 mil cidadãos tenham médico de família".

Paulo Macedo reconheceu que há um aumento de idas às urgências hospitalares, algo que o Governo pretende reduzir para diminuir custos desnecessários. Sobre esse tema, Paulo Macedo adiantou que a solução passa pelo reforço efectivo dos cuidados de saúde primários e revelou que espera ter em sua posse a carta da rede hospitalar daqui a quatro a cinco meses.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG