Maioria parlamentar chumba audição sobre ex-Scut

A maioria parlamentar PSD/CDS-PP rejeitou hoje o requerimento do PS a propor a audição do secretário de Estado das Obras Públicas, Transportes e Comunicações para prestar esclarecimentos sobre as ex-SCUT.

O requerimento, que foi hoje votado na reunião dacomissão parlamentar de Economia e Obras Públicas, contou com os votos desfavoráveis do PSD e do CDS-PP e o voto favorável do PS, não estando presentes na altura da votação o PCP, o Bloco de Esquerda (BE) e o partido ecologista "Os Verdes".

O deputado do PS Miguel Freitas explicou que o requerimento visava "perceber qual é a avaliação que o Governo faz neste momento relativamente às ex-SCUT", nomeadamente conhecer a evolução do tráfego e das receitas naquelas vias.

Ao propor a audição do secretário de Estado Sérgio Monteiro, os socialistas pretendiam também saber qual será a decisão do Governo em relação às isenções nas antigas SCUT (autoestradas sem custos para o utilizador), que terminam a 30 de junho.

Fonte da Estradas de Portugal disse à

O deputado do PSD Pedro Saraiva qualificou o requerimento como não sendo "oportuno", afirmando que o assunto foi discuto no plenário da Assembleia da República na semana passada.

Pelo CDS-PP, o deputado Hélder Amaral considerou o requerimento "correto, mas prematuro", recordando que o Governo comprometeu-se a apresentar um balanço da introdução de portagens nas antigas SCUT até ao final de junho e sugeriu que o PS colocasse as questões ao Governo.

Na resposta, o deputado socialista Miguel Freitas disse que o PS já questionou duas vezes o Governo sobre o tema, não tendo obtido qualquer resposta até ao momento.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG