"Maioria dos independentes é gente zangada", diz Jerónimo

Líder do PCP critica candidaturas às autarquias daqueles que estão "ressabiados" com os seus partidos e volta a denunciar o "ataque" à Constituição.

"Num momento em que se fala tanto de independentes, vamos a saber que, afinal, a maioria é só gente zangada e ressabiada com os seus partidos." Palavras de Jerónimo de Sousa, na noite deste sábado, em Almada, perante cerca de 700 pessoas.

No entender do líder comunista, é a CDU quem mais integra nas suas listas "verdadeiros independentes" e, por isso, voltou também a apelar à mobilização popular para combater quem "tem atacado a Constituição da República Portuguesa", que, vincou, dita que "deve ser o poder económico a submeter-se ao poder político, e não o contrário".

Já Heloísa Apolónia, em representação do PEV, acusou os "partidos da troika" de andarem a "brincar ao défice", reiterando o apelo ao voto na CDU a todos aqueles que "ainda estão indecisos" ou que "pensam que [os partidos e os políticos] são todos iguais".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG