Louçã triste com celebração "escondida num patiozinho"

O líder do BE, Francisco Louçã, disse hoje ver com "tristeza e alguma indignação" que as comemorações oficiais do 5 de Outubro sejam "escondidas num patiozinho", o que considerou "uma prova de falta de sentido republicano".

"Vejo com tristeza e com alguma indignação, acho que as comemorações deviam ser onde são sempre, onde a República foi proclamada, é uma prova de falta de sentido republicano escondê-las num patiozinho quando merecia o combate pela continuação do 5 de Outubro e pelos valores republicanos", afirmou o coordenador bloquista aos jornalistas, à entrada para o Congresso das Alternativas.

As comemorações oficiais da Implantação da República decorrem este ano no Pátio da Galé e não na Praça do Município de Lisboa, como é habitual.

O hastear da bandeira pelo Presidente da República, que deu início às comemorações do 5 de Outubro, ficou marcado pelo hastear da bandeira nacional com o escudo ao contrário.

Também a eurodeputada do PS Ana Gomes criticou que as comemorações da República sejam feitas "em espaços não públicos" e disse que é no Congresso Democrático das Alternativas que "se vai celebrar a República".

"Os responsáveis têm hoje medo do povo, eu não tenho medo do povo, aqui é que vamos içar a bandeira nacional", declarou.

Exclusivos