Louçã contra "truque eleitoral" de diminuir deputados

O dirigente bloquista Francisco Louçã classificou hoje de "truque eleitoral" que diminui a democracia a proposta anunciada pelo PS de reduzir o número de deputados, considerando que isso é desviar a agenda política dos problemas do país.

"Não me vou desviar das questões importantes para discutir truques eleitorais: PS e PSD há muitos anos que querem ficar sozinhos no Parlamento, através da falsificação na secretaria dos resultados eleitorais", afirmou Francisco Louçã, à margem de uma ação de campanha para as eleições regionais açorianas na localidade de Rabo de Peixe.

"Acho espantoso que, dois dias depois de um brutal aumento de impostos que vai atingir o salário e a vida das pessoas, o Partido Socialista prefira dar a mão ao PSD e ao Governo para fazer um truque eleitoral", explicou, mostrando-se frontalmente contra soluções que "diminuem a democracia" e a representatividade eleitoral.

Pelo contrário, "nós precisamos de mais democracia, mais exigente e mais responsável", disse ainda.

Na sexta-feira, o secretário-geral do PS, António José Seguro, anunciou que o PS vai entregar ainda este ano uma proposta para reduzir o número de deputados na Assembleia da República, uma solução que tem sido contestada pelos pequenos partidos, entre os quais o BE.

"Nós não nos desviamos do caminho e damos à mão a Portugal e à luta dos trabalhadores, dos reformados e dos jovens. Porque agora é tempo de emergência e não é para perder tempo com truques", justificou, nos Açores, Francisco Louçã.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG