Livro de Sócrates já vai na 5.ª edição

O ensaio do ex-primeiro-ministro sobre a "Tortura em Democracia" continua a liderar as vendas nas livrarias e só tem como rival a dupla de irredutíveis gauleses Asterix e Obelix. A quinta edição sai esta semana, totalizando doze mil exemplares impressos.

Depois de uma tiragem inicial de seis mil livros, o ensaio de José Sócrates já teve três reimpressões que totalizam quatro mil exemplares e os pedidos das livrarias exigiram a quinta edição. Segundo a editora Babel, o sucesso do livro está "muito além do esperado" e, neste momento, "já não terá a ver apenas com o autor mas por retratar situações da vida real com que os leitores portugueses se identificam". Entre estas situações, para a Babel, estarão as notícias sobre a devassa realizada pela agência norte-americana NSA, denunciada por Edward Snowden, bem como a justificação da austeridade como "um mal menor", temas com que a prática da tortura acaba por se relacionar nos episódios vividos atualmente por grande parte da população portuguesa.

O ensaio mantém-se em primeiro lugar na tabela de não-ficção e na geral ultrapassou os bestsellers como os de José Rodrigues dos Santos, Nicholas Sparks e Margarida Rebelo Pinto. O ensaio de José Sócrates só está à venda nas redes de livrarias, cerca de 40% do espaço onde se comercializam livros, porque a editora não tem praticamente contratos com as grandes superfícies alimentares.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG