Líder do PSD Porto diz que há condições de governabilidade

O presidente da Distrital do PSD/Porto, Virgílio Macedo, considerou hoje que Governo "tem todas as condições" para continuar a sua tarefa e assinalou que o primeiro-ministro "sempre" se declarou disponível para repensar a questão da Taxa Social Única (TSU).

Para o presidente da maior distrital social-democrata do país, em número de militantes, o que passou, quanto à TSU, é que "houve uma leitura errada das declarações" de Pedro Passos Coelho.

"Logo na sua primeira declaração sobre o assunto, o primeiro-ministro mostrou abertura para, em sede de Concertação Social, fazer os ajustamentos necessários", afirmou.

Depois de afastar um cenário de prolongamento da crise política, Virgílio Macedo disse mesmo que, "nos últimos dias, tem-se assistido a um fortalecimento da coligação governamental, com os ajustes necessários, em termos de coordenação politica".

"E isso é muito importante para que o Governo possa continuar o seu compromisso de livrar Portugal rapidamente da intervenção externa, consequência da governação socialista", sublinhou.

Segundo o comunicado divulgado após a reunião do Conselho de Estado de sexta-feira, o Governo informou o Conselho de Estado de que está disponível para, no quadro da concertação social, "estudar alternativas" à alteração da Taxa Social Única (TSU), tendo o Governo informado ainda que foram ultrapassadas as dificuldades que poderiam afetar a "solidez" da coligação governamental PSD/CDS-PP.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG