Líder do CDS/PP-M diz que ministro das Finanças "não pode confundir mau Governo da região com madeirenses"

O líder do CDS/PP-Madeira, José Manuel Rodrigues, afirmou hoje que o ministro das Finanças não pode "confundir o mau Governo" desta região com os madeirenses que estão empenhados em recuperar a situação económica da região.

"Era bom que o Ministro das Finanças não confundisse o mau governo da Madeira com os bons madeirenses que querem recuperar a economia, querem pagar o que devem e sobretudo ter uma sociedade mais justa", disse José Manuel Rodrigues falava numa iniciativa dos populares madeirenses destinada para alertar os jovens para os problemas do consumo das ditas "drogas legais".

Segundo o responsável do CDS/PP-M, a Madeira "tem um governo que não cumpre o Plano de Ajustamento Financeiro, o que põe em causa as próprias transferências do Estado para a região com as consequências que isso pode ter, pagamento a nível de salários e pensões de fornecedores e empresas".

Apontando os problemas relativos à execução orçamental, José Manuel Rodrigues referiu que "o Governo Regional deve à Agência de Promoção do Turismo muito dinheiro, o que compromete promoção do destino Madeira no exterior".

"O Governo Regional está a falhar redondamente", sublinhou o líder do CDS/PP-M.

Devido a uma dívida pública regional avaliada em mais de seis mil milhões de euros, o Governo Regional da Madeira negociou com a República um Programa de Ajustamento Económico e Financeiro que representou o aumento da carga fiscal para os madeirenses.

O secretário regional do Plano e Finanças, Ventura Garcês convocou esta manhã uma conferência de imprensa no salão nobre do Governo para prestar "esclarecimentos relativos à execução do Plano de Ajustamento Económico e Financeiro da RAM".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG