JS acusa JSD de "injuriar" Mário Soares

O secretário-geral da Juventude Socialista (JS) acusou hoje o líder da Juventude Social Democrata (JSD) de estar "desorientado" e de "injuriar" o antigo Presidente da República Mário Soares num ataque sem sentido.

João Torres respondeu assim à carta aberta enviada pela JSD a Mário Soares, aconselhando-o a "calar-se" e desafiando-o a abdicar dos apoios públicos e benefícios fiscais concedidos à sua fundação.

Essa missiva dos sociais-democratas era, por sua vez, uma resposta à carta aberta promovida por Mário Soares e dirigida ao primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, pedindo a sua demissão.

O líder da JS considera que o tom da carta da JSD é "absolutamente inadmissível" e defende que o líder da JSD deve esforçar-se para terminar o seu mandato "com dignidade", argumentando que "sempre que Duarte Marques toma uma posição pública, a democracia perde".

Exclusivos