José Manuel Rodrigues (CDS) suspende mandato na região para ficar na AR

O líder do CDS-PP Madeira, José Manuel Rodrigues, vai suspender o mandato no Parlamento regional para permanecer como deputado na Assembleia da República, por considerar que é em Lisboa que se tomarão as "grandes decisões" sobre a região.

"Não tenho a menor dúvida que as grandes decisões sobre o futuro da Madeira vão começar a ser tomadas pela Assembleia da República. Tenho que lamentar isto como madeirense, mas a governação do PSD, a dívida criada pelo Governo Regional do PSD, levou a uma hipoteca da autonomia", disse à Lusa José Manuel Rodrigues.

"Desse ponto de vista, julgo que será mais importante estar no Parlamento nacional, nesta primeira fase, do que estar no Parlamento regional", sublinhou.

O CDS tornou-se no domingo a segunda força mais votada na Madeira, com 17,63 por cento dos votos, enquanto nas últimas eleições foi o quarto partido mais votado, com 5,3 por cento, e aumentou a sua representação de dois para nove deputados.

"Tenho dois mandatos, já tinha anteriormente, e sempre disse que estaria a defender os interesses da Madeira no parlamento onde achasse que, em determinadas circunstâncias, esses interesses estariam em causa", afirmou.

O líder dos democratas-cristãos madeirenses afirmou que essa defesa dos interesses regionais tem passado sobretudo pela Assembleia da República, ilustrando com a lei das finanças regionais e a lei de meios de reconstrução após os temporais de 2010.

A defesa da região continuará a ser preferencialmente feita em Lisboa e José Manuel Rodrigues suspenderá, assim, o mandato de deputado regional, admitindo retomá-lo e suspender o de deputado na Assembleia da República, "em momento que sejam importantes, como a discussão dos orçamentos regionais, por exemplo".

O líder do CDS-PP/Madeira promete uma "oposição construtiva", que "quando critica apresenta uma alternativa", com as "especiais responsabilidades" de ser a segunda força política e no contexto de uma "situação dificílima" nas finanças regionais.

O PSD conquistou no domingo a 10ª maioria absoluta em eleições legislativas regionais da Madeira, tendo conseguido eleger 25 dos 47 deputados regionais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG